Menu

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


Categorias

Titular e invicto há três jogos, Renan Foguinho, ex-Atlético Paranaense, comemora reação do Adanaspor em Campeonato Turco

14 ABR 2018
14 de Abril de 2018

Após um período de oscilação, o Adanaspor se recuperou bem nas últimas rodadas da LIG A (Segunda divisão do Campeonato Turco). O clube venceu nas últimas duas rodadas e na jornada anterior havia empatado com o líder Caykur Rizespor.

Quem esteve presente como titular e sem ser substituído nessa série invicta de três jogos do Adanaspor foi o volante Renan Foguinho. Revelado no Atlético Paranaense, ele está desde 2015 defendendo as cores do Adanaspor e valorizou a reação do time num momento importante da competição. “Era de grande importância reagir no campeonato para continuar sonhando com a classificação. Nós iniciamos com um dos favoritos e os resultados ruins trouxeram desconfiança e pressão para equipe, mas mostramos a força do grupo e nos recuperamos. Faltam quatro rodadas, ainda temos chance de classificação para a próxima fase e iremos lutar muito enquanto tivermos chance matemática”, enalteceu o atleta de 28 anos.

Foram disputadas 30 rodadas na segundona turca e Renan Foguinho atuou em 23 oportunidades na competição nacional. “Venho tendo uma boa sequência. Das 23 partidas em que joguei, 22 foram como titular e sabemos que o clube tem também o limite para estrangeiros. Em algumas oportunidades não pude jogar por isso. É sempre muito gratificante poder atuar e contribuir para o sucesso do clube”, explicou o camisa 32 do Adanaspor.

Na próxima segunda-feira, o Adanaspor fechará a 31ª rodada. O time receberá o Boluspor, quinto colocado, em confronto direto por uma vaga na próxima fase da competição; “Acredito que será uma partida difícil. Certamente as duas equipes tomarão a iniciativa para alcançarem os seus objetivos dentro da competição. Será um confronto direto que vai ajudar a definir o caminho para ambas. Espero que possamos sair com mais uma vitória, aumentando a série invicta e dando continuidade na boa fase”, concluiu Renan Foguinho.

 

 

 
Voltar
Tenha você também a sua rádio