Menu

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


Categorias

Nilton César - O mão na mesa

02 MAR 2018
02 de Março de 2018

Olá amigos do Apito esportivo,  hoje quero dizer que é sempre maravilhoso interagir com vocês, afinal o esporte, em especial o futebol, é interessante pela interação, pela diversidade de opiniões, que são sempre muito importantes. Lembrando, que cada um tem seu modo peculiar de observar e entender o que acontece numa partida de futebol. Por isso o Portal Apito esportivo é tão democrático, porquê aqui, a minha opinião a opinião de cada comentarista do portal e a opinião do torcedor internauta, tem sempre o mesmo peso. Sem essa interatividade e essa gama de opiniões interessantes, jamais  o futebol  teria chegado aos patamares de esporte mais praticado, visto e discutido  do planeta!

Dito isto, quero aproveitar e registrar minha opinião sobre o bom momento que o futebol Goiano está passando nessa temporada na Copa do Brasil. Competição que contou com quatro times Goianos; Atlético,  Aparecidense,  Goiás e Vila Nova. Nesse grupo, o Atlético pode ter sido a grande decepção, ficou de fora, já na primeira fase da copa, e claro, sendo um time que vem de grandes conquistas, e também estava competindo na elite do futebol brasileiro, sempre esperamos algo mais positivo em relação a sua campanha. Sendo que na primeira fase os enfrentamentos são contra times de menor expressão no cenário nacional (Eliminado pelo Altos, da cidade de Picos - Piauí).

A Aparecidense conquistou um resultado extraordinário na primeira fase, não tomou conhecimento de seu adversário e em casa  eliminou o Botafogo do Rio de Janeiro. Já na fase seguinte, o time não mostrou o bom futebol que havia apresentado diante o time da Estrela Solitária e contra o Cuiabá,  o time acabou sendo eliminado.

Porém, dois times da capital, Goiás e Vila Nova vem fazendo bonito na competição, já estão na terceira fase da Copa, e vem fazendo bonito e honrando o futebol goiano, dando alegria e orgulho aos seus torcedores.

Vale ressaltar que o Goiás esporte clube, já decidiu uma Copa do Brasil no ano de 1990. Decidiu o Título com o poderoso Flamengo, e acabou sendo derrotado pelo time da Gávea, ficando assim com o vice campeonato. E agora nessa temporada, há um Goiás renovado, o time que mais pontuou até o momento no campeonato Goiano, com o Técnico Hélio dos Anjos lançando jogadores jovens como titulares, isso foi mostrado no embate diante o Coritiba, onde Helio dos Anjos terminou o jogo com cinco jogadores da base, e venceu a difícil partida por 1 x 0.

 Isso significa que o Goiás está voltando a suas origens, que é revelar jogadores. Aliás se tem algo que o técnico do Goiás  faz e muito bem é saber o momento certo de dar oportunidade aos garotos da base. Nessa temporada Hélio dos Anjos lançou; Madson, Jeffersson, david, Léo Sena e o próprio Carlos Eduardo que vem despontando desde a temporada passada.

O Goiás está sim no caminho certo, com a possibilidade enorme de chegar a quarta fase da Copa do Brasil, eliminando o Sinop e também o Boa Esporte Clube e já ganhou um jogo na terceira fase,  vai agora até Curitiba jogar pelo empate para chegar a próxima fase da competição. Em termos de campeonato Goiano, não tenho dúvidas que o Goiás será um dos finalistas, vai disputar o Título Goiano 2018.

Parabéns a Diretoria do Goiás, através de seu Presidente Dr Marcelo Almeida, o Técnico Hélio dos Anjos, muitas vezes questionado, mas está sendo vitorioso na temporada, só há uma derrota anotada na caderneta do técnico esse ano, parabéns ao elenco. Esse ano tudo está realmente mudado no Goiás, os problemas de relacionamentos que eram corriqueiros no dia a dia do clube, parece que é algo do passado, o ambiente é bom e que continue assim por muito e muito tempo.

Agora o Vila Nova tem sido uma surpresa muito agradável. Era no início da temporada na Copa do Brasil, antes do início do campeonato Goiano, tido como um time fraco e sem graça. Ninguém tinha  expectativas positivas quanto ao time realizar uma boa competição. Sendo que no início do ano acabou perdendo suas principais peças no elenco, perdeu o que tinha de melhor, perdeu o que dava equilíbrio ao time e peças que davam sustentação na competitividade do elenco colorado. O Vila, perdeu sua zaga títular.  Sendo que, Wesley Matos, foi para o Time da Ponte Preta,  Alemão se transferiu para o futebol Coreano, Alípio que fez uma baita temporada não retornou ao time, PH  em janeiro se desligou da equipe, Alan Mineiro o 10 do Tigre, e artilheiro na temporada 2017, foi para o Fortaleza.

Esse desmanche no elenco, deixou muitos torcedores preocupados com a temporada que estava por vir. Mas a Diretoria do Vila deu o pulo do Tigre, aliás, do Gato, deixou tudo que tinha que fazer de lado, e se preocupou em renovar com seu Técnico Hemerson Maria, e teve Êxito na empreitada, o contratou para mais uma temporada, assim com essa rápida ação conseguiu segurar o Tigre nos Trilhos.

 Na minha Opinião, Hemerson Maria é o Grande técnico do momento no futebol Goiano. Moderno e estudioso, o estilo do Hemerson é a pegada firme do time, também é fácil enxergar no time do Hemerson variações de jogo, importantes jogadas ensaiadas, jogadores obedientes aos anseios do  técnico e equilíbrio na intensidade durante os 90 minutos.   

A Copa do Brasil tem sido muito importante para o Vila Nova, especialmente na parte financeira, com as classificações o time conseguindo ir para a quarta fase da Copa, o Vila vai conseguir  quitar boa parte dos seus débitos, e isso trará com certeza tranquilidade a Diretoria pra trabalhar melhor, e consequentemente trazer as peças que o Hemerson pedir para entrar forte na Série B do Brasileiro. Montar time com a competição em andamento é a receita do fracasso.

 Portanto é muito importante a Diretoria do Vila ter receita para formar um plantel de respeito. Lembrando que nos cofres do Tigre tem três premiações, uma de 500 mil da primeira fase da Copa do Brasil outra de 600 mil na segunda fase e na terceira fase o cheque foi de 1.4 milhão. Agora na terceira fase, já deu um enorme passo para por a pata, aliás a mão num cheque de 1.8 milhão.

O Vila também revelou jogadores da sua  base, e está negociando dois atletas com o futebol Suíço, saõ eles: Felipe e Batata. Vejo que aos poucos o Presidente do Vila Ecival Martins vai se transformando num grande e importante Dirigente do futebol Goiano, com isso elevando o patamar do Tigre. Ecival que está vendo seu Vila Nova invicto na temporada. Lembrando que o Vila e o Atlético Paranaense  são os únicos times invictos no Brasil na temporada 2018. Aplaudo de pé a administração do Preidente Ecival Martins, com as muitas dificuldades que o Vila tem, Ecival e sua equipe de Diretores vem ganhando importantes batalhas no dia a dia do Tigrão, que convenhamos, são sempre batalhas ferozes, e Ecival sempre entra pra vencer.

Não posso deixar de enaltecer o importante e imprescindível trabalho do Diretor de Futebol do Vila Nova Felipe Albuquerque. Um Diretor sério, contrata peças pontuais, ' garimpa" atletas desconhecidos que chegam vestem a camisa do Vila e correspondem dentro de campo (Keké, Vinicius Leite, Ramon e Reis) certamente Felipe trará mais novidades ao Tigre. Sabemos que não é fácil gerir futebol, e que contratar jogador é muito complexo. Felipe Albuquerque vem conquistando grande espaço e reconhecimento âmbito doméstico e também no cenário nacional.

 

Então é isso, quero deixar um "MÃO NA MESA" especial para o Goiás e para o Vila Nova. Que são nossos representantes na Copa do Brasil. Aí eu me pergunto  -- Será que nossa imprensa cobra demais, exige muito?  Nossos times estão muito próximos da quarta fase da competição. Tenho exemplos de jogadores que tiveram no futebal Goiano e foram duramente criticados pela imprensa ( Victor Ferraz - hoje, mais de três anos titular no Santos  /   Diogo Barbosa - campeão pelo Cruzeiro negociado com o Palmeiras por 23 milhões de reais /  e outros tantos que não se deram bem aqui no nosso futebol e acabam indo para outras praças e alavancam a carreira).

 Nossa imprensa  tem um Nível bom, tenho que ressaltar isso, porém  cobra demais e não dá tempo para que o jogador possa desenvolver seu futebol a contento.  Acho que devemos dar mais credibilidade aos jogadores, e dizer que elogios faz bem ao atleta. Claro que a a crítica é salutar, importante para o crescimento do indivíduo, mas precisa ser com moderação. O Jogador também precisa de um tempo de adaptação,  necessita conhecer o elenco e tempo para assimilar o que o técnico quer dele.

Por isso é importante a pré temporada, é fato, que quase nenhum time possui essa "iguaria".  Hoje em dia Há clubes que colocam seu time da base para disputar o regional e sai com o time titular para fazer a pré temporada, exemplo que dou é  o Atletico Paranaense.

 Muitas vezes deixamos de observar as coisas boas realizados por nossos dirigentes, nossos treinadores e jogadores, e damos enfase gigante ao que não é bom.  O que é  "ruim" então dá  mais assunto? A grande verdade, é que o ruim é amplificado com muita facilidade.

Vou nessa moçada, até a próxima!

 Forte abraço!

 Nilton César

 

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!