Menu

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


Categorias

ANDRÉ JÚNIOR - ENTREVISTA  - PRESIDENTE DA FGF -  ANDRÉ LUIZ PITTA

09 FEV 2018
09 de Fevereiro de 2018

Presidente da FGF André Luiz Pitta, usou em sua carreira  perseverança e paixão pelo trabalho, dedicando todo seu tempo á federação Goiana de futebol, Pitta tem uma administração impecável e indelével. Como Office boy deu início a sua jornada na FGF, e passou por outros cargos antes de assumir o  posto de presidente da Federação Goiana de Futebol. O dirigente chegou a entidade a convite do então presidente, Wilson da Silveira. Com o passar dos anos foi assumindo vários cargos no departamento de arbitragem, de registros e por fim na vice presidência e Presidência.

Uma das principais marcas da gestão de André Pitta a frente da FGF foi na temporada 2007, quando lançou a promoção "Craques do Goianão" onde 12 jogadores foram contratados pela entidade e os clubes foram ordenados pela quantidade de ligações para a escolha dos jogadores.

O futebol Goiano, Brasileiro e Mundial está em constante mudanças, e uma das mudanças radicais e que vem acontecendo sistematicamente desde a copa no Brasil, é a entrada de empresários e capital estrangeiro nos clubes tradicionais em todo o mundo.

O campeonato Inglês, Italiano, francês, boa parte do espanhol e outros, são  quase todos realizados por times que possuem tradição esportiva com história secular, e vendidos para empresários e investidores, sendo a grande  maioria de anônimos. Será uma tendência que atingirá o Brasil e o futebol Goiano? O presidente André Pitta pode responder!

 

Boa tarde, Presidente André Pitta!

1 - O Apito Esportivo tem a informação que no ano de 2017 6% dos clubes filiados em federações Brasil afora, foram extintos. Cerca de 44 clubes profissionais que até então eram federados. No estado de Goiás há clubes federados que foram extintos, quantos clubes são federados na FGF e quantos clubes são denominados clubes "particulares"?

Em Goiás e no Brasil alguns clubes não se recadastraram, mas isso não significa que tenham sido extintos. No ano de 2017 ao todo 54 clubes participaram das competições profissionais e amadoras promovidas pela Federação Goiana de Futebol. Entre eles, somente o Grêmio Anápolis é um clube empresa.

 

2 - Como o senhor vê essa mudança no mundo do futebol? Vem para melhorar o futebol, vem para agregar mais qualidade ao espetáculo, ou ainda é uma incógnita? "Levando em consideração o campeonato inglês que é composto quase tão somente de times de investidores, e  que tem audiência relevante em todo mundo"!

Não é muito justo comparar o futebol Europeu, no caso o Inglês, com o brasileiro. Os clubes Europeus são investidores e clubes brasileiros são formadores. Eles investem em jogadores que estão se destacando pelo mundo, enquanto o Brasil tem foco na revelação desses atletas.

 

3 - Como ficam as categorias de base dos times denominados de " empresários",  esses times são federados e possuem direitos e deveres como os clubes tradicionais, tal como Profut e verbas  da CBF direcionadas para categorias de base?

Para a Federação não existe clube de empresário. Todos os clubes filiados são tratados da mesma forma e submetidos as mesmas regras. O modelo de gestão é uma questão interna do clube.

 

4 -  A questão do Público que pode se perder pela falta de identidade do clube  / torcedor,  a televisão pode compensar? Televisão e internet são novas tendências para se consumir futebol?

Tudo depende da forma que o clube se relaciona com os torcedores, no que se refere á identidade. A ligação entre clube e torcida pode ocorrer de várias formas. No cenário atual, vejo que a televisão está sendo ultrapassada pela internet na comunicação com os torcedores. É um canal mais acessível, em que a relação se torna muita mais próxima e direcionada.

 

5 - Quando o investidor compra um clube tradicional como o City, ou há investimento " pesado" de capital de empresários como no Palmeiras " Crefisa"ou no Fluminense Tinha a " Unimed", pode ser arriscado, ou é um caminho que não tem mais volta, assim será para o clube que  almeja conquistas de  títulos importantes?

É uma forma que os clubes desenvolveram de conseguir fundos para reforçar o time, uma evolução do futebol enquanto negócio. A partir do momento em que o clube traz jogadores famosos e de qualidade e alcança conquistas esportivas, surgem também os resultados esperados pelo patrocinador. Ambos os lados se beneficiam, não vejo como algo negativo.

 

6 - Senhor André Pitta , a federação Goiana em seu comando é sempre procurada por clubes para respaldo jurídico e administrativo, isso acontece também com clubes denominados de empresários? Eles possuem o mesmo apoio da federação como os clubes tradicionais recebem?

Como foi respondido anteriormente, todos os clubes filiados á FGF são tratados da mesma forma e submetidos as mesmas regras, independentemente do modelo de gestão que adotam internamente.

 

7 - Há uma noticia que, a FGF desfilia o clube que fica até 6 anos inerte, sem participações em campeonatos organizados pela FGF? É uma regra que é cumprida desde sempre, ou só na sua gestão?

O estatuto da FGF prevê desfiliação após 3 anos de inatividade, mas essa regra não foi aplicada em nenhum momento na minha gestão e nem nas anteriores.

 

8 - Quando há uma negociação entre clube e empresários na compra de parte ou a totalidade do jogador a federação participa da transação ou ao menos é notificada?

A parte que cabe a federação na negociação de jogadores é de registrá lo, quando é transferido de uma associação para outra. No caso de Goiás, quando algum atleta vem de outro estado ou país, da mesma forma quando sai daqui para outro lugar, quando enviamos a documentação. A Federação não participa da parte financeira da negociação entre clubes, jogadores e afins.

 

9 - O que a FGF tem de novidade para esse ano de 2018? Teremos eleições na FGF? há por parte do senhor o desejo de continuar  a frente no comando da FGF? Lembrando que é um ano atípico para o futebol, ano  de realização da Copa do mundo!

Nesse ano de 2018 a Federação Goiana de Futebol se transferiu do estádio Serra Dourada para uma sede própia, localizada no Edifício The Prime Office, na praça Tamandaré em Goiania. Esse é um legado deixado para os clubes. Sede moderna, em uma região central da cidade, para melhor atender os filiados.

A eleição na FGF pode ocorrer até Dezembro de 2018. O desejo da minha permanência ou não ma presidência não deve partir de mim, mas sim dos clubes. No Momento oportuno eles se manifestarão sobre isso.

 

10 - André Pitta , Qual a mensagem que o Senhor deixa para o Público internauta que acompanha o Apito esportivo? Ressaltando que no ano de 2017 o site apitoesporrtivo.com.br e o facebook tiveram cerca de 20 milhões de acessos, e na Taça São Paulo Junior 2018 quase 2 milhões de internautas acompaharam as transmissões dos jogos e entrevistas do APITO ESPORTIVO.

Parabenizo o Apito Esportivo pelo trabalho que tem sido realizado, em especial pela atenção dada ás competições de base do futebol goiano, na cobertura dos campeonatos realizados no estado, na cobertura dos nossos clubes na Copa São paulo e acompanhamento da seleção Goiana sub-20, que disputou o campeonato promovido pela CBF, em 2017.

 

 

"O apito esportivo agradece ao senhor e toda diretoria da Federação Goiana de Futebol  pela elegância que fomos recebidos e pelo carinho que o senhor atendeu o Apito Esportivo!

Parabéns pelo grande trabalho desenvolvido a frente da FGF, que é um trabalho sempre aplaudido por todos. Obrigado - Equipe Apito Esportivo"

 

André Júnior - Escritor literário infanto - juvenil, autor de 5 livros. Articulista há 11 anos no Jornal Diário da Manhã, onde escreve artigos ás sextas - feiras. Autor de vários projetos desenvolvidos em escolas públicas. Premiado na ECO 92 com o texto arvore da Vida. Participou como convidado do livro  ''O Mistério do texto roubado''  lançado na Bienal Internacional do livro em São Paulo, "Capa de Maurício de sousa". Membro da UBE - União Brasileira de Escritores - Formado em contação de histórias pelo grupo Gwaya - Universidade Federal de Goiás - Como escritor foi a personalidade Homenageada na FLIR de 2016, ''Feira literária de Rubiataba'' . Agora com artigos e entrevistas  no site Apito Esportivo.

Voltar
Tenha você também a sua rádio