Menu

Acompanhe-nos nas Redes Sociais


Lesão de Daniel Alves é grave e lateral da seleção brasileira não estará na Copa do Mundo

11 MAI 2018
11 de Maio de 2018
 Daniel Alves é desfalque certo da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018. O lateral-direito do PSG, que machucou o joelho direito na última quarta-feira (9), durante partida da equipe francesa, precisará de mais tempo para se recuperar do que a competição mundial, que acontecerá entre 14 de junho e 15 de julho, na Rússia. A informação foi divulgada pelo “GloboEsporte.com”.

A situação do lateral, de 35 anos, causa apreensão desde quarta-feira (9). Durante partida entre o Paris Saint-Germain e o Les Herbiers, válida pela decisão da Copa da França – o PSG venceu por 2 a 0 e foi campeão -, Daniel Alves sofreu uma torção e desinserção no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Ou seja, o ligamento do joelho do defensor se desprendeu do osso.

De acordo com o “GloboEsporte.com”, o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, visitou Daniel Alves e solicitou exames médicos complementares. Então, foi constatada que o atleta precisará de mais tempo de recuperação do que o período de duração da Copa do Mundo. O profissional chegou à capital francesa na quinta-feira (10), acompanhado de Edu Gaspar, coordenador da seleção.

Em nota oficial logo após a lesão de Daniel Alves, o Paris Saint-Germain informou que o defensor seria reavliaado em três semanas e não descartou a necessidade de cirurgia. Mas, mesmo que o jogador não precisasse ser submetido ao procedimento cirúrgico, o médico da seleção brasileira informou que o o lateral precisaria de outras seis semanas para poder treinar normalmente.

Na próxima segunda-feira (14), às 14h, o técnico Tite anunciará a lista de atletas convocados para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018. Caso estivesse no grupo, Daniel Alves iria para a terceira Copa do Mundo.
Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!